Home / Estado / Candidatos esperam participação ativa de Marconi nas campanhas a prefeito
.

Candidatos esperam participação ativa de Marconi nas campanhas a prefeito

12973045_1026503500763972_69675515170035867_o

Em tempos difíceis, com falta de recursos e uma indisposição crescente dos cidadãos em relação aos políticos por conta da crise nacional, os pré-candidatos a prefeito ligados ao governador Marconi Perillo (PSDB) estão mais dependentes do que nunca de seu apoio ostensivo e da boa imagem do governo.

Principalmente os que vão tentar a reeleição e enfrentam dificuldades locais, com avaliação negativa da administração. Esses veem a atuação do governador como cabo eleitoral para puxar a campanha como a salvação do mandato. Como contam, agora, na pré-campanha, com um empurrãozinho em declarações, pelo menos.

Mas que não esperem muito: pela frente há a crise econômica e o funil da definição dos apoios e alianças políticas, além de um governador focado em manter de pé os fundamentos de seu governo. Sem falar na instabilidade política do País com processo de impeachment da presidente Dilma (PT) em pauta.

A tendência é que a participação do tucano nas campanhas se concentre nos discursos, em declarações (lá na frente) formais de apoio, e nas obras e benefícios que indiretamente atendem municípios, mas que estão na conta da visão de Estado. Antes disso, na pré-campanha, ele nada fará, a não ser estimular candidaturas.

A grande contribuição seria, neste caso, legar a todos os aliados em campanha uma boa avaliação da atual gestão. Em miúdos: nem todas as prefeituras e cidades serão atendidas no que seus governantes sonham, mas todos acabarão beneficiados com o escudo do que se busca: a visão de um bom governo, ativo e, apesar da crise, virado para o desenvolvimento.

“Minha grande preocupação é resolver todos esses problemas (demandas de obras) que vocês trazem aqui, que são uma reprodução do que a sociedade está cobrando do governo”, afirmou Marconi em recente encontro com radialistas do interior do Estado.

Senha reforçada nesta quinta-feira, 14, em nova rodada de conversa com radialistas e, mais tarde, durante reunião com a secretária da Fazenda, Ana Carla Abrão: “Nossa principal preocupação é manter o custeio e o pagamento da folha em dia.”

Na base de tudo está a situação difícil enfrentada pelo Estado. Não é segredo que os recursos estão escassos, e uma avaliação corrente é de que este ano eles serão a conta para retomar e concluir obras importantes em andamento (como a recuperação das estradas), impulsionar outras, manter os programas sociais e, claro, pagar o funcionalismo.

É neste ambiente que manter em alta a imagem positiva do governo torna-se essencial para todos que integram o grupo político da chamada base aliada. Se o governo está bem avaliado, todos se beneficiam; se vai mal, todos têm a perder.

Veja Também

Vapt Vupt têm horário especial de atendimento no aniversário de Goiânia

As unidades do Vapt Vupt em todo o Estado funcionarão em horários especiais na quarta-feira, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *