Home / Culture-se / CESAM – uma oportunidade de ascensão para jovens de baixa renda
.

CESAM – uma oportunidade de ascensão para jovens de baixa renda

IMG_1803

O programa Centro Salesiano do Adolescente Trabalhador (CESAM) fundado em Goiás em 1974 vem desde então com intuito de melhorar a relação tanto no núcleo familiar dos jovens acolhidos quanto na área de trabalho, não deixando de lado os estudos. De acordo com a lei da aprendizagem apenas jovens estudantes podem participar do projeto. Para ser possível a participação é necessário provas de baixa renda e idade entre 14 a 24 anos.

O Sistema educativo aplicado é preventivo, acerca disso discorrem no site oficial “ O sistema valoriza o crescimento e a liberdade, e coloca o jovem no centro do compromisso educativo. Ele procura despertar no usuário o que há de melhor para que ele possa escolher o melhor para a própria vida.”.

IMG_1773A interação entre os educadores e os jovens é impressionante, através do método utilizado cria-se um espaço de conforto e cumplicidade. Aprendem no Centro sobre a vida, direitos e segurança. Cada jovem tem enfoque naquilo que deseja trabalhar. O professor voluntário Sebastião Ferreira Leite utiliza o método socrático, onde leva o aluno a um processo de reflexão e descoberta dos próprios valores, método utilizado também por outros educadores.

Em entrevista Rosângela Cruz Ferreira diz que utilizam a vivencia dos alunos que mesmo jovens estão repletos de experiência, além de trabalharem com a transversalidade, inserindo-os na cultura, esporte e mais, com aulas de dança de rua, capoeira, e projetos ainda por vir como uma biblioteca. Completando a formação da lei da aprendizagem (lei 10.097).

O quadro de profissionais do CESAM é composto por educadores assalariados e voluntários, porém a maior porcentagem é de efetivos. Aos sábados a grande maioria é de regressos, aqueles que já passaram pelo CESAM e retornaram para ajudar.

Em entrevista Rogério do Vale Machado e Rosângela Cruz Ferreira, membros da equipe cuidadora falaram um pouco sobre o projeto.

“Nós fazemos um atendimento sócio profissional, esse desenvolvimento integral do adolescente, né, então não é visado só a questão do trabalho, não apenas o encaminhamento do trabalho, mas o encaminhamento dessa família também. É negada a essa família o conhecimento de direitos. ”  Explicou Rogério, que finalizou sua entrevista dizendo que o que desejam é “dar a eles o direito de ser um ser humano”.

IMG_1795Rosângela faz um apelo, “Aos sábados, mais ligado a parte de esportes e cultural, é onde nós estamos precisando de voluntários também. Focados na dança, preparação para o Enem, e esportes como capoeira, basquete e futsal.”. O apelo também é feito as empresas, para que haja mais adesões, possibilitando que jovens aceitos no projeto sejam encaminhados para os devidos trabalhos.

Complementa ainda Rosângela acerca da importância da adesão de novas empresas que 30% é parte teórica que fazem no CESAM e 70% é a parte prática que será desenvolvida nas empresas.

O ganho para a sociedade com o projeto é imensurável, jovens que muitas vezes não teriam oportunidades e ao fim teriam de deixar os estudos para trabalharem passam a ter o apoio e o direito a ambos, pelo estudo ser um pré-requisito a evasão escolar acaba por deixar de ser uma opção, tornando o nosso país como um todo focado cada vez mais na educação para todas as classes sociais, um déficit que já carregamos conosco a tempo demais.

IMG_1796

Veja Também

Que bom que você veio

  O  espetáculo será apresentado gratuitamente em Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *