Home / Culture-se / Cultura de rua: Galpão Complexo Criativo
.

Cultura de rua: Galpão Complexo Criativo

O que começou com graffitis em tapumes, concretizou-se, depois de dois anos de projeto, em um espaço dedicado a cultura underground.  Arte é a palavra chave no tocante ao Galpão, que foi inaugurado ontem (20/11/2016), graffitis decoram as paredes do local, deleitando os olhos dos clientes, além de exposições de telas e música tocadas nas caixas de som muito bem distribuídas ou no palco montado ao lado das pistas de skate, que possibilitam o público ver as performances dos skaitistas enquanto assistem de perto a música sendo feita.

Em entrevista Victor Hugo de Oliveira um dos sócios, explica um pouco mais sobre o projeto:

victorhugo
Victor Hugo de Oliveira

Eu tenho uma crew, a Grafirma, e aqui no Vila Nova a galera tem uma crew, Q 20, a gente juntou as forças e começamos a pintar juntos toda semana, aí o Maurício, meu sócio me falou desse local e a gente começou a sonhar sobre isso, e aí quando a gente viu já estávamos aqui dentro, em obra, derrubando parede. Foi natural, no encontro dessas duas crews.

arte

A abertura foi um tremendo sucesso, pessoas lotaram o local e ambos os lados da rua. A diferença no público em geral foi uma das coisas que mais me saltou os olhos, pessoas tatuadas, sem tatuagens, vestuário para todos os gostos, estilos que não podiam ser mais diferentes e dentre todas as diferenças a harmonia e a confraternização inundaram aquele pedaço da Av. Independência.

skate

Quando perguntei um pouco mais sobre a parte artística e o qual seria sua abrangência ele disse:’

Somos um estúdio musical, um selo de gravação de lançamento de disco, mais voltado pro rap, uma galeria de arte, não necessariamente graffiti, mas telas, esculturas inclusive quarta-feira agora (23/11/2016) vai ter a exposição do Maurício Honera.
É voltado na verdade pra cultura em geral, música, graffiti, skate, a gente tem uma cinegrafia que a gente ensina a molecada também a trabalhar, tem a parte social, para tudo que fazemos aqui existem as oficinas também, oficinas de graffiti, de skate … as programações vão começar a partir do ano que vem.

loja

Além de toda pegada artística que já é motivo mais que suficiente para parabenizar os criadores do projeto, produtos como roupas, sapatos, bonés, skates, etc, também são comercializados no local.

grafite

palco

 

Veja Também

Quilombolas de Uruaçu

Os quilombos que antes serviam de refúgio para os escravos, hoje são motivo de orgulho ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *