Home / Jogo Político / Em Aparecida, base de Maguito já discute alianças. Base de Marconi ainda sem entendimento em torno do candidato a prefeito
.

Em Aparecida, base de Maguito já discute alianças. Base de Marconi ainda sem entendimento em torno do candidato a prefeito

Aparecida de GoianiaAs duas bem sucedidas gestões de Maguito Vilela (PMDB) frente à prefeitura de Aparecida de Goiânia, entusiasmam muitos líderes políticos, dos mais variados partidos, a se lançarem na disputa pela administração do município.

Atualmente, quase uma dezena de nomes tenta articular suas pré-candidaturas a prefeito: Gustavo Mendanha (PMDB), Adriano Montovani (PT), William Ludovico (PTB), Marlúcio Pereira (PSB), Ozair José e Professor Alcides, que disputam a indicação do PSDB, coronel Sílvio Benedito (PP), Véter Martins (SDD) e Tanner de Melo (PRTB).

Entretanto, até agora, apenas a base do prefeito Maguito Vilela definiu seu pré-candidato a prefeito. O presidente da Câmara, Gustavo Mendanha, foi o escolhido e já trabalha na formação de alianças para a escolha do vice.

A oposição, especialmente o grupo de apoio ao governador Marconi Perillo, ainda não conseguiu chegar a um entendimento quanto à formação da chapa que vai disputar a prefeitura.  

Definido seu pré-candidato a prefeito, o PMDB sai na frente e encontra-se numa condição privilegiada nesse processo de estruturação de alianças para a campanha eleitoral.

Coordenando a articulação de forças, o prefeito Maguito Vilela tem conversado a cada dia com uma liderança partidária interessada em se aliar à campanha peemedebista. Até mesmo o ex-vice-governador e ex-vice-prefeito Ademir Menezes (PSD) propõe indicar seu filho, Max Menezes, para vice na chapa do PMDB.

Se Maguito Vilela, porém, vai manter o acordo com o PT, cedendo novamente a vice-candidatura ao partido, é um fato a conferir.

Não resta dúvida que Aparecida de Goiânia foi um dos municípios goianos mais beneficiados com recursos do governo federal, mas, como a relação PT/PMDB fracassou em Goiânia, comenta-se que o provável afastamento de Dilma Roussef da Presidência da República poderá refletir também na aliança das duas legendas no município aparecidense.

Mas enquanto Maguito trabalha na escolha de seus aliados para a próxima campanha, a base do governador Marconi Perillo (PSDB) segue fracionada e o consenso em torno da proposta de lançamento de apenas um nome do grupo para prefeito parece algo cada vez mais distante.

Aliás, nem mesmo dentro do próprio PSDB há acordo na definição do pré-candidato. Ao que parece, o professor Alcides é o preferido, porém, o atual vice-prefeito Ozair José, não abre mão de sua pré-candidatura a prefeito. E se dispõe a levar a disputa para a convenção.

Em reunião há algum tempo, Marconi Perillo sugeriu a seus aliados a escolha de apenas um candidato a prefeito no município, contudo ainda não há disposição para esse acordo.

Ao trabalhar para ser o indicado a prefeito por uma frente oposicionista, o tucano professor Alcides chegou a anunciar que havia costurado acordo para que o coronel Silvio Benedito (PP) seja seu vice.

Mas o coronel nega essa possibilidade, que também é descartada pelo presidente municipal do PP, vereador Rosildo Manoel. Segundo ele, o PP já tem o pré-candidato a prefeito e busca agora o pré-candidato a vice.

O PSB, outro partido aliado ao governador, também lançou o nome do deputado Marlúcio Pereira à prefeito e pelo visto ainda não houve acordo entre os três partidos para a formalização de aliança. Ou seja, a indefinição prejudica as pré-candidaturas oposicionistas em Aparecida, dificultando o fechamento de alianças eleitorais, dentro e fora do grupo.

E, ao que tudo indica, a demora na escolha do pré-candidato tucano emperra a negociação. O PSDB demonstra não abrir mão da cabeça de chapa, mas sem um nome a apresentar, como poderá propor acordo com outras legendas?

Veja Também

EM CERES, CHAPA TUCANO-SOCIALISTA É A PRIMEIRA ALIANÇA PARTIDÁRIA DEFINIDA PARA AS ELEIÇÕES 2016

No município de Ceres, que fica na região do Vale do São Patrício, já foi ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *