Home / Estado / Governador afirma que não pretende rever pontos da PEC de ajuste fiscal
.

Governador afirma que não pretende rever pontos da PEC de ajuste fiscal

 

Durante visita às obras do Residencial Jardins do Cerrado 10 e do Residencial Nelson Mandela na manhã desta sexta-feira (17), o governador Marconi Perillo (PSDB), afirmou que não deverá rever pontos inseridos na PEC que limita o Teto de Gastos do governo, que está tramitando na Assembleia, em razão da reclamação de algumas categorias.

O governador foi enfático, ao afirmar que se fosse para rever alguns pontos, “logo alguém irá parar de receber [o salário]”. “Este é um projeto corajoso, que permitirá que o Estado continue pagando os salários de todos os servidores, pensionistas e aposentados rigorosamente em dia, como fazemos desde nosso primeiro dia de mandato no governo”, afirmou.

Algumas categorias, como a de policiais civis e militares, além do Corpo de Bombeiros, têm demonstrado preocupação em relação à PEC. Tanto que o governo precisou se reunir com representantes de algumas categorias nesta quarta-feira (15).

O encontro foi realizado pelo secretário da Casa Civil, João Furtado, acompanhado dos secretários da Segurança Pública, Edson Costa, e da Gestão e Planejamento, Joaquim Mesquita, e contou com dirigentes e representantes de entidades de servidores das Polícias Militar, Bombeiros Militares e Polícia Civil.

Furtado tranquilizou a todos em relação à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 3548/16, que está em tramitação na Assembleia Legislativa e limita os gastos correntes dos Poderes do Estado e dos órgãos governamentais autônomos. Ele ressaltou que as forças policiais não serão prejudicadas com a aprovação da matéria, que deve ir a votação na próxima semana.

 

Veja Também

Vapt Vupt têm horário especial de atendimento no aniversário de Goiânia

As unidades do Vapt Vupt em todo o Estado funcionarão em horários especiais na quarta-feira, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *