Home / Notícias e Destaques / Para Marconi, é hora do Brasil Central demonstrar sua força
.

Para Marconi, é hora do Brasil Central demonstrar sua força

 

Em entrevista concedida à imprensa após a Assembleia Geral dos Governadores do Consórcio Brasil Central, nesta sexta-feira, dia 3, o governador Marconi Perillo afirmou, numa referência à criação do Mercado Comum, que é hora de o bloco efetivamente demonstrar a sua força.

“Todos acreditamos que é hora de sairmos da vala comum e efetivamente demonstrarmos a nossa força, a nossa vontade política e a nossa decisão de inovarmos, de sermos criativos; e de sermos um ponto fora da curva neste País, onde as coisas são muito morosas e os avanços são muito demorados. Queremos uma agenda afirmativa, positiva para o Brasil a partir do Brasil Central”, disse.

Na Assembleia Geral, os governadores de Goiás, Mato Grosso, Distrito Federal, Tocantins, Rondônia, e o vice-governador do Maranhão – Estado que participa como membro associado, assinaram o contrato com a consultoria que vai auxiliar o Consórcio na consolidação do Mercado Comum, que funcionará aos moldes da Zona do Euro, com circulação de mercadorias com tarifas diferenciadas.

Marconi afirmou que o Mercado Comum englobará a questão de sanidade animal e vegetal, Segurança Pública, incentivos fiscais e, principalmente, a questão tributária. “Chegamos ao consenso de que há uma determinação forte, política, para que o Mercado Comum avance e se consolide efetivamente como aconteceu com a comunidade europeia”, pontuou.

Conforme expôs, a primeira preocupação dos governadores é que os estados tenham uma estratégia de neutralidade para que ninguém tenha perdas. Ele observou que o Mercado Comum europeu demorou décadas para se consolidar, assinalando que o processo de solidificação no Brasil Central deve se prolongar por este ano e o próximo.

“Não é algo fácil, porque se mexe com incentivos fiscais, com competitividade, com alíquotas fiscais e tributárias. Há todo um histórico e tradição fazendária em nossos estados. É realmente demorado. Mas é preciso ter decisão política se quisermos fazer a nossa região avançar. E queremos mostrar a nossa decisão política de avançar para um Mercado Comum entre nós”, endossou.

Outra ação aprovada na assembleia geral foi a contratação de uma consultoria que vai orientar os estados sobre uma estratégia comum para as exportações, com objetivo de impulsioná-las. “Nós julgamos muito importante essa estratégia porque nossos estados são estados fortíssimos em produção e exportação”, sublinhou Marconi. Ele apresentou aos governadores a ferramenta iGO, e o Programa Goiás Mais Competitivo e Inovador.

Segurança

Sobre a área de Segurança Pública, Marconi informou que na próxima reunião do Consórcio Brasil Central, marcada para março em Cuiabá, os governadores apresentarão um cardápio de ações e investimentos para serem entregues até o final do ano. Ele pontuou que o bloco já definiu os gastos com estratégias de exportações, com a plataforma do Mercado Comum, e com investimento em inteligência na área de Segurança.

“Temos hoje um fundo de R$ 10 milhões, e para este ano teremos mais R$ 12 milhões. Esses recursos estão sendo usados parcimoniosamente, e serão usados nessa carteira de projetos tangíveis que vamos aprovar em Cuiabá e começa a executar”, disse.

O governador do Mato Grosso, Pedro Taques, falou sobre a criação do selo de qualidade dos produtos produzidos pelos estados do Consórcio. Segundo ele, a certificação parte da rastreabilidade e do respeito às regras ambientais e trabalhistas. “Hoje, além da qualidade do produto, o cidadão consumidor, notadamente o consumidor internacional – e nós queremos conquistar os mercados internacionais; se preocupa com os componentes de sustentabilidade”, declarou.

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, destacou a parceria entre Governo de Goiás e do Distrito Federal para fazer a captação de água da Barragem de Corumbá 4. “Será uma obra grandiosa que vai resolver o problema hídrico de Brasília e da Região do Entorno Sul”, ressaltou. Destacou, também, parceria entre ambos os governos para conclusão da rede de esgoto da cidade de Águas Lindas. A inauguração da Estação de Tratamento de Esgoto de Águas Lindas está prevista para março.

 

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás

Veja Também

José Eliton lança programa para a Pessoa com Deficiência e Carteira de Identificação do Autista

“Pela primeira vez, nosso estado cria condição efetiva de participação das entidades. Isso nos dá ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *