Home / Cidades / Prefeitura de Goiânia intensifica plantio de árvores no período chuvoso
.

Prefeitura de Goiânia intensifica plantio de árvores no período chuvoso

A Prefeitura da capital goiana já plantou cerca de 10 mil mudas de árvores e o objetivo é atingir 15 mil até o final do ano

 

Com 10 mil já plantadas, até dezembro serão 15 mil.

A Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), está intensificando o replantio de árvores neste período chuvoso. O objetivo é chegar a 15 mil mudas e continuar arborizando a Capital com o mínimo de impacto ambiental, em substituições às espécies consideradas inadequadas para o meio urbano.

No total, já foram repostas mais de 10 mil árvores desde janeiro de 2017 até setembro deste ano. A expectativa é de que mais cinco mil novas plantas façam parte da arborização goianiense, isso porque a ação de cultivo é maior no período chuvoso.

Consta nos registros da Comurg que em outubro, novembro e dezembro do ano passado a soma média foi de 3.500 unidades, período de maior ação. Esse número deve aumentar no mesmo período deste ano, pois, além de manter a ação de substituição por conta das quedas que ocorrem dos exemplares de espécies que não são adequadas às condições climáticas do bioma cerrado, a Comurg também faz doação de boa parte da produção.

Ações danosas como corte, mutilação e até envenenamento de árvores comprometem a qualidade de vida da cidade e pode render ao cidadão desde multa até ações criminais junto a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (DEMA). Em muitos casos, uma ação indiscriminada de poda pode adoecer a árvore, não restando alternativa a não ser extirpar. Nesse caso, a Comurg só entra com ação de extirpação depois da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) emitir o laudo técnico constatando a necessidade da medida adequada. “Estamos fazendo substituição também de algumas que estão condenadas por envelhecimento ou porque tiveram alguma intervenção de poda irregular”, afirma o presidente da Comurg, Aristóteles de Paula.

Os viveiros da Comurg produzem mais de sete mil unidades de árvores por mês, o que dá pra suprir bem a demanda. Para Aristóteles, a produção e o plantio são bem maiores que o número de retiradas, isso para manter o equilíbrio entre o paisagismo arbóreo da cidade e o arquitetônico. “A Prefeitura planta bem mais do que retira, isso melhora o visual da cidade e a qualidade do ar de quem mora na Capital”, afirma, citando que está ocorrendo troca gradual dos jamelões que causam acidentes devido aos frutos que caem nas ruas.

Além de produzir e arborizar, a Comurg também doa mudas de árvores para plantio em calçadas no município de Goiânia. As solicitações podem ser feitas pessoalmente na sede do órgão, na Vila Aurora, com comprovante de endereço e documentos pessoais. O interessado recebe orientações de cultivo da espécie adequada e encaminhado ao viveiro do órgão para buscar as espécies.

Com as medidas de replantio, poda e extirpação programada, a Prefeitura de Goiânia trabalha para que a cidade continue no ranking das mais arborizadas do Brasil. Segundo censo realizado em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a capital goiana tem 94 m² de área verde por habitante, sendo a mais verde do Brasil e a segunda no mundo.

 

 

 

Veja Também

José Eliton: “Goiânia é referência em progresso e qualidade de vida”

O governador de Goiás, José Eliton (PSDB), usou as redes sociais para homenagear a capital, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *