Home / A Opinião dos Leitores / Sobre a gratidão
.

Sobre a gratidão

Otávio Paz, escritor latino americano e laureado com o prêmio Nobel da literatura, no dia em que recebeu a honraria, na introdução de seu discurso disse que devemos dar graças e sermos gratos.

Por sua vez, Padre Vieira nos deixou a seguinte palavra imortal: “Se servistes a pátria e ela vos foi ingrata, fizestes o que devíeis e ela o que é de costume.”

É com esse sentimento que recebo o manifesto dos empresários goianos apoiando o golpe contra a Presidente Dilma e pressionando o Deputado Jovair Arantes. Os líderes do Fórum Empresarial deviam perguntar ao deputado quantas obras ele intermediou para Goiás junto ao Governo Federal. Só do Banco do Brasil foi mais de 1 bilhão para recuperação das estradas. Escolas, CMEI’s, UPAS.

A duplicação de Goiânia a Jataí é uma realidade sem buracos. As universidades do Sudeste e Sudoeste. Os novos campi do Instituto Federal de Educação. A federalização da CELG e sua privatização. Os investimentos na Universidade Federal de Goiás. O novo Aeroporto de Goiânia a ser brevemente inaugurado. O Programa Minha Casa, Minha Vida em todos os municípios. Recursos injetados na Saneago, vide a estação de tratamento de água Mauro Borges e nos sistemas municipalizados como a estação de tratamento de esgoto de Senador Canedo.

O tratamento republicano da Presidente Dilma com o Governador Marconi Perillo gerou o ódio do Ex-Governador Iris Rezende à Dilma e é responsável pelo rompimento do PMDB com o PT em Goiás.

As entidades empresariais são injustas com a Presidente da República. E são golpistas. O problema do Brasil não é econômico. O problema é a falência de um sistema político exaurido. Ninguém consegue governar com 36 partidos políticos, dos quais 25 tem assento na Câmara Federal. O ativismo judicial do STF interfere na vida política ao ponto de haver concessão de liminar para suspender posse de ministros do governo. A oposição não tem propostas e judicializa a política. Enfim, busca no Poder Judiciário a solução de seus problemas.

Não enxerguei nenhuma proposta de reforma política. Nem uma palavra sobre reforma do sistema eleitoral, forma de votação, financiamento de campanha, transparência, simplificação dos contratos administrativos. Devemos enxergar a democracia como instrumento fundamental de valorização da vontade da soberania popular e respeito ao decidido pela maioria.

 

pp

ANDRÉ ZAKHIA

Vereador em Cristianópolis.

Veja Também

Goiânia do futuro

Goiânia, ao longo desses 83 anos, já conquistou muito! É reconhecida comouma cidade acolhedora, que ...

1 Comentário

  1. Nobre Edil, não sejamos ventríloquo em ombro de idiotas. Golpe! vejamos, nossa suprema corte STF, definiu rito e atestou e avocou quando foi preciso o processo, Contemplado pela nossa carta magna, debatido a exaustão entre advogado de defesa e titulares da ação, cabe ai uma menção de “GRATIDÃO” a um Miguel Reale e Helio Bicudo, gratidão para com homens/Jurista dessa envergadura no fazer representar, obrigado. O dito Golpe(criado por falta de argumento), transmitido por todas as grandes redes de tv do País, oposição e situação indicando nomes para as comissões, AGU se fazendo representar em defesa da presidente em todos os momentos legais, então pergunto, Argumente?
    Saia do ombro, tente apalavrar-se de alguma versão própria, use um “colírio” de bom senso e saia da cegueira ideologica, defenda seu ponto de vista, mas faça-o de uma lógica de pensamento(seu) não como ventríloquo, seus pares serão “gratos” pela oportunidade do debate côncio.
    obrigado, receba minha gratidão pela oportunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *